O Cacau anda um vaidoso

Um mês depois da estreia, está identificada uma estrela em ascensão neste blog: o jovem Cacau, cão endiabrado cujas aventuras vou narrando à medida que vão acontecendo. Outro dia contei que a coleira pequenina que ele tinha desde que cá chegou a casa deixou de servir e, na brincadeira, o “vesti” com um carré da Hermès. No dia seguinte descobri o lado solidário dos blogs. A Inês, uma leitora, enviou uma mensagem, preocupada com a “expressão da personalidade” do Cacau, agora desprovido desse “acessório diferenciador” que é a coleira. Contou que tinha fundado uma marca de acessórios para cães, a Becky Dog Apparel, e convidou-me a conhecer as suas propostas de coleiras.

Becky Dog Apparel

Fui espreitar e adorei! A oferta em matéria de coleiras que tinha visto era, literalmente, abaixo de cão. No mainstream, a oferta resumia-se a peças estereotipadas, sem graça nenhuma, exclusivamente funcionais com zero em preocupação estética. Depois, uns patamares acima, viam-se loucuras de centenas de euros com Gucci e Louis Vuitton na etiqueta. Não desgosto, muito pelo contrário. Mas tenho mais onde gastar o meu dinheiro, pelo menos enquanto a sobretaxa extraordinária sobre o IRS estiver em vigor.

As coleiras da Inês são uma lufada de ar fresco nesse universo da moda canina. São feitas em tecido de vários padrões, do tradicional escocês até à trendy tigresse; têm qualidade nos acabamentos e vê-se que são peças feitas com carinho. Fez questão de oferecer uma coleira ao Cacau e eu decidi completar o kit encomendando uma trela a condizer.

Esta é a Becky, a cachorra  que inspirou o negócio de acessórios para cães.
Esta é a Becky, a cachorra que inspirou o negócio de acessórios para cães.

A ideia deste negócio só podia ter partido de uma dog lover. Com a chegada da Becky, uma Labrador castanha, à família, Inês – e o namorado Tiago – apaixonaram-se por ela instantaneamente. “Com ela chegaram várias maravilhas: o pêlo castanho-chocolate nos cortinados branco-marfim onde gosta de se aninhar, bolsos cheios de biscoitos de cão desfeitos depois de cada sessão de treino para os donos aprenderem a não sucumbir àquele olhar de cachorrinha adorável, sapatos amorosamente transformados em brinquedos roídos, bolhas na palma da mão de tentar agarrar a trela de nylon enquanto ela nos passeia a correr pelo Parque das Nações, e aquela inesquecível corrida de madrugada depois de se partir uma coleira”, relata Inês. Quem nunca passou por isto?

A coleira nova (e respectiva trela) à chegada.
A coleira nova (e respectiva trela) à chegada.

Ao mesmo tempo, os donos da Becky sentiram o que eu senti: há no mercado um gap por preencher, um vazio de acessórios giros para enfeitar os nossos cães. E foi assim que nasceu a Becky Dog Apparel, uma marca acessível de acessórios – coleiras, trelas, bolsas para biscoitos, bandanas, camas e brinquedos – totalmente feitos em Portugal (que é algo que também valorizo), com soluções de qualidade onde a inovação se aliou à moda para agradar aos donos e aos seus amigos de quatro patas.

A encomenda chegou numa caixa de madeira amorosa, com uma aparência muito cuidada. Trazia a coleira e a trela muito bem aconchegadas lá dentro e um saquinho de biscoitos para o Cacau, que os devorou, claro. Eu fiquei cliente. E o Cacau anda todo vaidoso.

É difícil fotografar cães hiper-activos de quatro meses...
É difícil fotografar cães hiper-activos de quatro meses…

 

Artigos Relacionados

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *