surpresa olfactiva do mês: Miu Miu

2015 está a ser o ano dos perfumes. Já aqui tinha dito que não sou fácil nessa matéria, que é raro gostar muito de uma fragrância. Gosto que tenha personalidade mas que não se imponha como uma diva. Gosto de a sentir ao longo do dia, mas que para isso não tenha de me intoxicar. Por isso mantenho (mantinha, até este ano) o mesmo Top 5 há vários anos, sofrendo, de quando em vez, pequenas variações.

Acontece que 2015 veio baralhar as minhas escolhas perfumistas. Os lançamentos são tantos e todos tão bons que já não tenho um Top 5, tenho um Top 20… Este mês, veio juntar-se mais um e é inesperado. A Miu Miu estreou-se no mundo das fragrâncias em Setembro e o seu perfume de lançamento é a minha cara. Ou seja, é estranhamente discreto. Acho que me deixei enganar pelas aparências. O frasco tem o seu quê de bold e esperava um perfume mais doce, mais ao estilo do Prada Candy. Mas a verdade é que, pensando bem, a Miu Miu enquanto marca de moda tem uma identidade muito assim: frívola e inteligente, destemida e divertida (quem mais senão Miuccia Prada para mesclar azul bebé com encarnado e fazer-nos crer que são cores que nasceram para serem combinadas?), séria e alegre, feminina e feminista. A mulher Miu Miu é independente. Gosta de quebrar regras, tem o seu próprio estilo e agenda, é forte, refinada, crua, modesta, exuberante. Um poço de contradições, mesmo como eu gosto. A primeira fragrância da marca tinha de espelhar isso.

Stacy Martin, a modelo-actriz-musa deste perfume, diz que Miu Miu cheira a Alpes. E depois de ler isso, só posso concordar. É floral, é verde, é campestre. É fresco. É nostálgico. É retro. É perfeito e ao ver a composição, descobri porquê: alguns dos ingredientes constam na lista dos meus preferidos em perfumaria. Como o lírio-do-vale, o jasmim, a madeira e a pimenta. Claro que o segredo está na mistura, na alquimia, no equilíbrio de aromas. E nisso, a perfumista Daniela Andrier foi magistral. Estou fã e apaixonada pela embalagem, pelas cores, pelo efeito matelassé. Acho que neste Inverno vou abusar do azul com encarnado. Vou ser uma mulher Miu Miu. Pelo menos vou cheirar como uma.

É o primeiro de muitos, espera-se. O aroma de estreia da Miu Miu tem muita personalidade e não é linear nem fácil de definir. Preço: entre os 110 euros (100 ml.) e os 57 euros (30 ml.).
É o primeiro de muitos, espera-se. O aroma de estreia da Miu Miu tem muita personalidade e não é linear nem fácil de definir. Preço: entre os 110 euros (100 ml.) e os 57 euros (30 ml.).

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *