(Às) OitoemPonto no Ritz

Oito da noite de dia 8 de Outubro. O momento certo para a inauguração da OitoemPonto Privé em Lisboa. O local escolhido foi o hotel Ritz Four Seasons. Aquela que é uma das mais bem sucedidas – e internacionais – empresas de arquitectura e design de interiores portuguesa foi fundada em 1993, com sede no Porto. A chegada à capital foi cuidadosamente estudada pelos sócios fundadores, Jacques Bec e Artur Miranda. Que outro lugar poderia ser melhor que o lobby do Ritz para receber um showroom onde a dupla mostra os seus designs exuberantes que misturam a inspiração vintage com uma abordagem contemporânea? Não fossem Artur e Jacques os rostos do portuguese posh – segundo os intitulam algumas publicações internacionais de referência na área do design – e não tivessem adoptado eles o Ritz como a sua segunda casa, aquela que os recebe com o máximo conforto nas deslocações a Lisboa, entre um projecto no Douro e um desvio para Paris (onde também têm casa).

A OitoemPonto Privé fica no lobby do Ritz e conta com uma selecção única de peças de design, velas e perfumes.
A OitoemPonto Privé fica no lobby do Ritz e conta com uma selecção única de peças de design, velas e perfumes.

Foi precisamente em Paris que os conheci, no último fim-de-semana da exposição da revista AD, na qual foram os únicos portugueses a participar. Fiquei a admirar a sua capacidade de gerir vários projectos em simultâneo. Radicados em Paris durante as duas semanas que durou a exposição AD Intérieurs 2015 “À l’avant-garde du style” – na qual apresentaram le bureau connecté, uma proposta ultra-moderna de escritório – conseguiram organizar o cocktail de inauguração desta noite e desdobrar-se entre os variados projectos arquitectónicos que têm em mãos pelo mundo fora. Tudo isto sem nunca perder a boa disposição e a simpatia que os caracteriza. Aos dois deixo os meus parabéns pela abertura deste novo e muito cosy showroom, onde vão, a partir de hoje, apresentar uma selecção única de peças de design, velas exclusivas e perfumes de Frédéric Malle.

Frederic Malle

Artigos Relacionados

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *