Os reis do retrato

São quatro: dois fotógrafos, uma maquilhadora e uma stylist. Juntos, o Pau Storch, o Nuno Fontinha, a Raquel Batalha e a Ana Fontinha, são Os Retratistas. Na era hiper-conectada – em que ninguém lê, toda a gente faz browsing e só vê as imagens – em que vivemos, estes quatro amigos tiveram uma ideia que promete ajudar-nos a todos. Uniram os seus skills profissionais e criaram um serviço de fotografia all-in-one a pensar nos currículos e nos perfis de LinkedIn, Facebook, Twitter ou qualquer que seja o meio onde queremos comunicar. Quem nunca deu por si a questionar o profissionalismo de alguém depois de ver uma fotografia em biquíni a ilustrar o perfil de LinkedIn? Ou ficou mal impressionado quando, ao explorar um site de uma empresa, descobriu que a qualidade das fotografias dos executivos de topo deixavam muito a desejar?

Pois é. Costuma dizer-se que não há segundas oportunidades para causar uma primeira boa impressão. Essa boa impressão pode traduzir-se em oportunidades de emprego. De negócio. Do que for. Então, mais vale aparecermos no nosso melhor, certo?

Empresas ou particulares, em sessões privadas ou em open-days, onde todos os candidatos a terem um set de fotografias do qual se poderão orgulhar são bem-vindos na casa dos Retratistas. E a preços muito acessíveis, para que ninguém ache que uma sessão fotográfica com fotógrafos profissionais custa fortunas. Os Retratistas tratam de tudo: têm estúdio equipado com tudo o que é necessário, ajudam a escolher a roupa certa, a maquilhagem. E ainda dão dicas com a pose.

Foi o que fizeram comigo, quando os visitei no estúdio, num dia louco de trabalho, com os minutos contados. A Ana vestiu-me, a Raquel tentou minimizar as minhas enormes olheiras de três horas de sono – e pelo resultado saiu-se bem. O Nuno e o Pau revezaram-se nas piadas para me arrancarem um sorriso. Sou sempre tímida nestas coisas, estou mais habituada a estar atrás dos holofotes, mas graças à boa disposição deles, o trauma foi superado. Tanto que já estou a pensar em fazer outra sessão. Sim, pode tornar-se um vício…

Retratistas2-Kiss-and-Tell

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *